Ácido Poli-L-Lático

Para prevenir ou reduzir a flacidez corporal e a celulite, existe um produto bastante eficaz, o Ácido Poli-L-Lático Corporal. Lançado, no Brasil, há mais de uma década, o produto faz parte da linha de tratamentos estéticos da Due Pele.

Originalmente, o Ácido Poli-L-Lático foi desenvolvido para o tratamento facial, atenuando marcas de expressão, rugas, melhorando o volume e o contorno do rosto. Depois, o produto passou a ser usado regularmente em tratamentos de flacidez corporal e celulite.

O Ácido Poli-L-Lático é o nome comercial do ácido polilático injetável (PLLA). O produto é injetado, com agulhas, na camada mais profunda da derme, estimulando a produção de fibras de colágeno. O Ácido Poli-L-Lático, portanto, é um bioestimulador de colágeno, que é absorvido gradativamente pelo organismo, sem prejudicar a saúde.

A deficiência de colágeno, na idade adulta, reduz a elasticidade da pele. Por isso é importante fazer a reposição de colágeno para melhorar o aspecto da pele do rosto e do corpo. O Ácido Poli-L-Lático age profundamente, estimulando a produção do colágeno.

O Ácido Poli-L-Lático Corporal é indicado para tratar a flacidez dos glúteos, abdome, partes internas dos braços, coxas e até a área enrugada acima do joelho. O produto também apresenta excelentes resultados no tratamento de celulite, com o preenchimento dos pontos de depressão da pele das nádegas, culotes e coxas.

A aplicação do Ácido Poli-L-Lático é realizada no consultório dermatológico. O procedimento dura, em média, 30 minutos. Para evitar a dor, é aplicada uma pomada anestésica sobre a pele. São necessárias duas ou três aplicações, mas após a primeira sessão, já é possível notar a diferença no aspecto da pele submetida ao tratamento.

Cada sessão deve ser realizada com intervalo de 30 a 40 dias. Os resultados do tratamento com o Ácido Poli-L-Lático Corporal permanecem por até dois anos. Hidratação e proteção solar são necessárias para a manutenção desse tratamento.

A recuperação, após as aplicações do produto, é rápida. Podem surgir hematomas e edemas, resultantes das injeções, mas os problemas desaparecem em até sete dias. Os sintomas podem ser atenuados com massagens, duas vezes ao dia. Na fase pós-aplicação, o paciente não deve tomar sol.

O tratamento com Ácido Poli-L-Lático deve ser realizado por dermatologistas experientes. Somente um médico especialista poderá tratar, com rapidez, possíveis reações adversas.

Gostou deste artigo? Recomende e leia outros textos em nosso blog!

Voltar